O Baile

Viaduto de Madureira - Espaço Cultural Rio Charme

 

O ESPAÇO CULTURAL RIO CHARME, em 08 de agosto de 2000, após a promulgação da Lei nº 3087/00 feito pela Diretoria do Bloco Carnavalesco Pagodão de Madureira fundado desde 11 de Maio de 1990, se transformou em uma Associação Cível, inscrita no CNPJ sob n.º04.501.006/0001-01, com sede social localizada a Rua Carvalho de Souza s/nº embaixo do Viaduto Negrão de Lima – Madureira.

O espaço, é localizado no Baixo Madureira, na região mais nobre da área, oferece eventos: Musicais, Culturais e Sociais voltado para toda classe baixa e média do Rio de Janeiro.

Fundadores: Leno (Evandro), Pedro, Edinho e Xandoca (Paulo Cesar)
Diretores Atuais: Leno (Evandro), Pedro, Xandoca (Paulo Cesar) e Michel.

 

A HISTÓRIA…

Em 11 de Maio de 1990. Verdadeiros entusiastas do samba, conhecidos como “Leno, Pedro, Edinho e Xandoca”, se organizam e fundam o bloco carnavalesco “Pagodão de Madureira”, tendo como local de suas manifestações a parte inferior do “Viaduto Negrão de Lima”. No mesmo ano, em 19 de maio, começa a história do Maior Baile Charme do Brasil…

Um sábado, dia tradicional dos bailes de hoje, inicia-se o “Charme na Rua” do Viaduto de Madureira, com os DJs residentes Markin New Charm, Kally e Loopy e dividindo o toca-discos na estréia com os convidados: “Dj Malboro (apoiando com seus equipamentos), Fernandinho e Corello. Três anos depois é completado um novo time: “Markin, Loopy, Michell, Kally e A”.

O movimento hip-hop carioca estava no auge e contra a violência que acontecia na época nos bailes funk, optaram pelo ritmo “new jack swing”, divulgado em diversos bailes charme na época. Variando positivamente sobre o mesmo tema.

 

Projeto Rio Charme e Prêmio Halley

Hoje, o Viaduto é conhecido como um centro de concentração popular, responsável pela difusão da cultura negra no Estado do Rio de Janeiro. Sendo assim, o Governo do Estado, decide reconhecê-lo, junto à organização remanescente do espaço, como um instrumento essencial à cultura do bairro, assim como as escolas de samba e o jongo: deste modo, em 1995, o “Projeto Charme na Rua” é rebatizado de “Projeto Rio Charme”, e tem suas
dependências reformadas visando o controle e a segurança do público.

Aos 15 anos de vida, o “Projeto Rio Charme”, dá seu primeiro passo para maturidade. É por esta razão que nós resolvemos, não apenas comemorar com um baile, mas premiar àqueles que fazem parte do dia a dia dele. O “Prêmio Halley”, criado no ano de 2005 no Circo Voador, foi inspirado em um freqüentador mais antigo, chamado “Sr. Halley”. Esta premiação que acontece categoricamente após a criação e tem por intenção homenagear todas as pessoas que fazem parte da história do baile e que somaram no crescimento da Black music.

Os contemplados na premiação do primeiro “Prêmio Halley”, foram:

  • Jeffinho – Dançarino da Cia. de dança de Débora Cocker, freqüentador assíduo e dançarino do baile desde sua inauguração.
  • Daddy Kall – Cantor e DJ. Freqüentador do baile desde os tempos do grupo You Can Dance (do qual era integrante).
  • Rose – Freqüentadora assídua do baile desde o início. Engravidou e mesmo assim não abandonou sua prazerosa rotina dos fins de semana. Hoje, com sua filha atingindo a maioridade, ambas desfrutam do mesmo espaço.
  • DJ TR – Ex-coordenador da extinta ATCON (Assoc. “Hip-hop” Atitude Consciente). Costumava reunir-se com os membros da entidade nos finais de semana no baile divulgando desta forma toda a cena do hip-hop local.
  • Júlio Medeiros – Fã do baile desde o início, resolveu criar a família virtual do Rio Charme, mantendo uma comunidade no orkut.
  • DJ Corello – Um dos precursores do R&B e popularizador da expressão “charme” nos bailes Black cariocas nos anos 80 e 90.
  • Fernandinho DJ – Ao lado do DJ Corello, se tornou divulgador do charme em todo o estado. Foi inclusive o primeiro DJ a levar o ritmo para uma das mais populares rádios AM dos anos 80: a Mundial.
  • Grupo DR Intro (ex-Irmãos de Sangue) – Grupo de dançarinos que animava a pista do viaduto desde o início.
  • Jéssica Sodré – Hoje atriz global, nunca deixou de comparecer ao baile durante os fins de semana.

Além de eventos semanais e premiações, o espaço já recebeu diversas atrações internacionais e nacionais: Chingy, Montell Jordan, Darrius, Rah Digga, Negra Li, Quelynah, Nina Black, Sampa Crew, Dughettu, Sandra de Sá, Racionais MCs e muitos outros. Oferece também oportunidades para novos talentos musicais voltados para Black Music e Hip-Hop e muito bem freqüentado por nomes do meio artístico. Responsável por uma grande festa anual do “Dia da Consciência Negra” e constantemente realizando eventos sociais.

Se desejar conhecer mais sobre o Rio Charme e a nossa política cultural e social, estaremos ao seu inteiro dispor.

Michel Jacob

dj.michell@viadutodemadureira.com.br